Arquivo da tag: Santa Cecília

Por que eu adoro morar na Santa Cecília

Porque depois de rodar diversas lojas de jardinagem, dessas enormes, e de chafurdar na internet, atrás de floreiras de 20 cm x 10 cm que não fossem pretas mas sim coloridas, eu passei na floricultura da Terezinha e em dois dias ela me ligou pra eu ir lá buscar um arco-íris de floreiras, na medida certa.

Aí o cartão não passou, porque a máquina de Visa dela tava com problema. E ela: passa aqui depois e paga.

Porque depois de rodar diversas lojas de jardinagem e de chafurdar na internet atrás de cactos bonitos, pequenos mas bem espinhentos (jajá explico porque), lembrei da lojinha de R$ 1 do largo Sta Cecília em que, sabe Deus porque motivo, sempre há pelo menos uma estante com as suculentas mais suculentas e os cactos mais cactáceos que eu já vi. A R$ 2, cada.

Porque no caminho pra casa, com uma caixa cheia de cactos na mão, eu vi um senhor saído de um filme italiano sentado no boteco nordestino comendo uma mocofava. Boina, óculos escuro, cabelo branco, suéter listrado. Se minhas mãos não estivessem ocupadas, teria tirado uma foto.

E bem quando eu pensava em tirar a foto, olhei pra frente e vi um cara vestido de Chaves. Do Chaves da infância. Com o chapéu cobrindo a orelha, a camiseta listrada e a bermuda, o suspensório torto e tudo. Ele parou na calçada e fez a pose do Chaves, aquela de quando ele trava. E lá ficou.

Eu subi a rua rindo, mano, que bairro divertido. E parei pra comprar saco de lixo na bomboniére. Ah, sim.

Porque na Santa Cecília a gente vai na bomboniére comprar saco de lixo.

E, como eu disse, eu tava carregando uma caixa de cactos, as duas mãos ocupadas. O moço já veio rindo, dá aqui a caixa, moça, eu vou guardar aqui no escritório. Peguei o saco de lixo e fui pagar.

– Oi, se o tamanho do saco de lixo estiver errado, posso trocar? Eu nunca sei se é 60 litros, 100 litros, 30 litros…

E o cara:

– Hm, poderia, mas só se a embalagem não estiver aberta.

Ficamos os dois pensando… Com a embalagem fechada eu não tenho como saber se o saco de lixo é do tamanho certo. Se abrir a embalagem e descobrir que está errado não posso trocar. Então a resposta é…

– Ah, quer saber? Abre o saco com cuidado, vê se é o tamanho certo, se não for, coloca direitinho na embalagem e vem aqui que eu troco.

Paguei e logo já apareceu o moço com minha caixa cactácea.

2.295 caracteres com espaço