Arquivo da tag: Matias

Pular introdução

Participação especial: Matias

Um pequeno tweet, uma grande ideia

O Mini, do Conector, twittou essa ideia genial. Sabe quando você entra num site que tem uma apresentaçãozinha, com música e tal e coisa, e daí no cantinho tem um botão: skip intro ou pular introdução?

É clique e tchau, enrolação.
Pois imagine isso na vida real.

Isso é o modo normal:

– Oi!
– E aí?
– Beleza, e você?
– Beleza, tirando o calor, né?
– Nossa, que calor é esse?
– Nem fale, meu. Que calor…
– Me diga! Dormi super mal esta noite. Maior calorão.
– Eu também, super quente, abafado, um horror.
– Tô pensando em comprar um ventilador.
– Pode crer, eu também.
– Pois é, mas, então, você não sabe…
– O que?
– Fui nomeada Imperatriz do Mundo.

Isso é o modo skip intro:

– Oi, fui nomeada Imperatriz do Mundo.
– Oh! Minha alteza!

Em alguns casos, conversas inteiras deixariam de existir.

Não que eu seja contra o trololó. Esse blog é um longo trololó sobre um bando de coisas inúteis, tipo essa história de skip intro da vida real. (E eu mesma já defendi aqui a beleza das conversas inúteis, quando eu e minha mãe passamos um dia debatendo por que não bebemos leite de porca em vez de simplesmente googlar “por que não bebemos leite de porca”.)

Mas é que tem trololós e trololós. Uns são divertidos e estão na simpática categoria jogar-conversa-fora. Outros são só trololó mesmo e vão para a sem-graça categoria conversa-de-elevador.

E tem dias que mesmo o trololó mais legal não cai bem. Dias em que apenas respostas binárias são aceitáveis. Dias de sim e não e acabou a conversa. O skip intro é pra esses dias e para todas as conversas telefônicas (eu odeio telefone e daria skip intro em quase todas as ligações. Vamos para o que interessa: onde, quando e por que? Respostas dadas, end call. Atenção: meus amados parentes e amigos que mora em outras cidades, isso não vale para vocês.)

Voltando ao mundo com skip intro:

Em casamentos

Padre: E aí?
Noivo: Sim.
Noiva: Sim.
Padre: Estão casados, manda bala na bitoca.

Filho faz merda, pai dá bronca

Pai: Cagada, hein?
Filho: É.
Pai: Castigo.
Filho: Tá.

(Porque, vai, de todas as broncas que você ouviu na vida, qual, QUAL?, dizia alguma coisa que você ainda não sabia? Nenhuma, né? Pois é, skip intro.)

Retorno de repórter em matéria que não rolou

Editor: E aí?
Repórter: Nada.
Editor: Te vira.
Repórter: Putz.

Telefonema de parente

Parente: Tá vivo?
Você: Tô.
Parente: Ok.
Você: Tchau

Casal vai sair pra jantar

Homem: Qual?
Mulher: O de sempre.
Homem: Detesto lá.
Mulher: Vai ser lá.
Homem: Legal.

Fim de namoro opção 1

Um: Acabou.
Outro: Ai.

Fim de namoro opção 2

Um: Acabou.
Outro: Ufa.

Fim de namoro opção 3

Um: Acabou.
Outro: VAISSEFODERPUTAQUEPARIUVAIÀMERDATOMÁNOCU ETC ETC

Na balada (por Matias)

Homem: Oi.
Mulher: Oi.
Homem: Vamo?
Mulher: Vamo.
Homem: Foi bom?
Mulher: Foi. Fone?
Homem: Não, MSN.

No meio da noite (por Matias)

Ele: Ei…
Ela: Oi…
Ele: Uminha?
Ela: Arram
Ele: Hmmm
Ela: Hmmm
Ele: Zzzzz
Ela: Zzzzz

A grande decisão

Mulher: Quero ter filho.
Homem: Tá doida?
Mulher: Ah, vamo vai!
Homem: Tá.

Tá o que? “Tá doida mesmo” ou “tá, vamos nessa”? Esse o problema do skip intro. Tem certos assuntos que exigem o modo normal mesmo.

3.072 caracteres com espaço