Deliciosamente ridículo

Eu sei que o papo Feliz Ano Novo já passou, que todo mundo já tá que tá, mas eu ainda não tô. Cheguei de férias ontem, então vamos devagarinho. Para começar, boas vindas a 2012, que, pra mim, veio assim:

Fazia só três horas que o ano tinha virado. E na casa onde eu estava tinhha um pula-pula no quintal. Como era madrugada, as crianças tinham ido pra cama liberando enfim a cama elástica para os “adultos”.

Menos o Cauã. E fomos pular, algumas crianças-crescidas e ele, criança-criança. Lá pulas tantas, o Cauã ordenou: agora a gente dança.

Pulapuladancei, toda desajeitada. E ele, com a mão na barriga de gargalhar, disparou:

– NOOOOOOOOOOSSA, QUE RIDÍCULA!

Adorei (começar o ano assim, sendo chamada de ridícula por uma criança, só pode ser bom sinal) e adotei. Que 2012 seja deliciosamente ridículo para todos.

698 caracteres com espaço

Uma resposta para “Deliciosamente ridículo

  1. Helô!

    MUITO gracinha o texto…e o Cauã, creio, já vi passear pelos corredores aqui da editora…quem sabe essa história também não dá outro texto? Mas só faço acareação presencial….rs!
    Um 2012 delciosamente ridículo pra vc e todos os leitores!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s