A morte da matéria

Benefits Supervisor Resting (1994, 160x150 cm)

Ontem morreu Lucian Freud. Ele já estava velhinho, tinha 88 anos, então não estamos diante de uma grande surpresa. Mas não é porque não há surpresa que não há tristeza. Nos meus delírios de “quando eu ganhar a mega sena” sempre houve um espaço para a fantasia de contratar o Freud pra fazer meu retrato, tipo o da Rainha da Inglaterra, ou o de Sue, a mulher que serviu de modelo para o quadro acima. Ou ainda o de Kate Moss. Agora não dá mais pra saber como ia sair. E agora vou ter de pensar em outro. Tomara que exista outro que ame tanto as peles e dobras e coisas.

PS: Nossa, eu tinha escrito “para fazer meu autorretrato”… Freud explica… quer dizer, o outro Freud, né.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s