Ensacolada nas sacolinhas

O jornal tá demais nos últimos tempos. Estou amando acompanhar os dois melhores filmes de suspense e ação do ano: o caso Strauss-Khan e as reviravoltas das negociações Casino-Pão de Açúcar-Carrefour. Tudo tão frenchy, né? Pois é. Mas fora isso, o jornal tem também apresentado uma série de dilemas. Para não carregar todos esses fardos sozinha, vou dividir aqui um deles:

Linda, né? Custou R$ 30

O Dilema da Sacolinha

Afinal, sacolinha ou não?

Eu tenho lindas bolsas que uso para fazer compras. Mas daí, já tem tempo isso, um dia acabaram as sacolinhas aqui em casa. E eu tive de comprar um rolo de saquinhos de lixo. Daí o jornal deu esses dias que um estudo apontou que dentre as alternativas às sacolinhas, a mais amiga do ambiente é a… sacolinha! De fato, eu me perguntei: a sacolinha vem de graça, é vagabundinha, eu reuso a dita cuja nos lixinhos da cozinha e do banheiro. Já é um reuso. O saquinho de lixo é pago, usado apenas uma vez e vai embora. E ele tem bem uma pinta de demorar mais para desaparecer da face da Terra do que a sacolinha.

Saindo do campo do lixo e voltando para o campo das compras. Eu prefiro usar minhas lindas sacolas, simplesmente porque elas são lindas. E porque tenho aflição de plástico. Então prefiro colocar as batatas direto na bolsa de palha. Aliás, no sacolão, eu não uso nem os sacos para colocar as coisas e pesar. Deixo tudo solto e fico admirando a beleza da minha sacola, cheia de frutas e legumes, numa espécie de natureza-morta ensacolada.

Essa sacola da foto, aliás, é um causo à parte. Eu comprei lá na Bahia, nessa viagem mágica do começo do ano. Se tivesse um caixa eletrônico na área, teria sacado R$ 300 e comprado dez sacolas desta e dado uma de presente para cada amiga minha. Porque toda mulher merece ter uma sacola dessas para fazer compras ou levar as tralhas para a praia.

Pois logo que cheguei, toda serelepe, lá fui eu para o sacolão com o meu, er, sacolão. Comprei todas as coisas de que precisava e fui pondo dentro da bolsa. Ela ficou bem pesada, mas eu não perdi a pose, apoiei do lado de dentro do cotovelo e comecei a caminhar pelas quatro quadras que separam as frutas e legumes da minha casa.

Não deu nem meia quadra e a palha da alça já estava cravada na pele do meu interno-de-cotovelo. Então segurei na mão, cravou na palma, pus no ombro, dilacerou as sardas, e onde fosse que eu apoiasse a alça da sacola, doía. Mas o pior veio na terceira quadra. Quando ouço: crrrríck. E noto que a alça da bolsa estava começando a soltar. Aí acelerei o passo de vez e cheguei em casa. Parecia que eu tinha acabo de sair de uma rinha de galo, de dentro da rinha, eu brigando com um galo cheio de esporas. Mas deixei os arranhões de lado e fui conferir os danos à linda bolsa. Foram mínimos.

Contei o episódio ao Rafa, que disse:

Lô, essa bolsa é boa pra levar a canga pra praia, paninho, no máximo um livro...

Mas eu não desisti. Continuo levando a bolsa às compras. Mas agora ali só vai alface, rúcula, espinafre, couve e um ou outro item mais pesado.

Pois bem, às sacolinhas.

Há a opção triturador. Aquele que os gringos têm no ralo da pia e que some com todos os restos de comida. Eu acho que li que eles foram proibidos porque também somem com pontas de dedo, mãozinhas e afins. Mas, salvo as tragédias, eles me parecem bem ecológicos.

Outra dúvida: as sacolinhas também vão pro lixo do banheiro. Esse é fácil de eliminar, é só jogar o papel na privada. Eu li no jornal também, já tem um tempo, que é mais higiênico jogar o papel na privada do que no lixo, que vira uma mansão de bactérias. Mas tem aquele papo de que entope. Afinal, entope ou não entope? Pode jogar o papel lá ou não? Claro que absorventes precisam de outro destino, mas daí é só uma semana no mês em que o lixo do banheiro seria usado.

Eu ainda não entendi qual é o jeito menos pior de resolver essa questão. Esses dias, numa festa de São Pedro, o assunto veio à tona. Se as sacolinhas acabam, você compra sacos de lixo para usar nos lixinhos? O Henrique disse: eu acho que teremos de nos acostumar a não usar sacos nos lixinhos. Você coloca tudo direto no lixinho e depois despeja no lixo grande mesmo, e aí fica tudo num saco só. Parecia que tudo tinha se resolvido. E eu já estava concordando com a cabeça quando lembrei: Peraí, mas eu não tenho lixo grande! Na cozinha, é só o lixinho da pia. O lixo grande é para o reciclável.

Todos silenciaram diante desse inesperado desdobramento.

4.397 caracteres com espaço

3 Respostas para “Ensacolada nas sacolinhas

  1. Meniiiiiiiina, o dilema da sacolinhas também me persegue. Também nao sei mais o que fazer. E concordo que reutilizá-las como saquinho do banheiro já é um reuso.

    enfim, adorei o texto!

    beijoca

  2. faço uma doação de sacolinhas de supermercado, se você quiser!

  3. Na minha cidade, Americana-SP, já é proibido que os estabeleimentos distribuam sacolinhas para seus clientes. Mas foi um fuá danado, os mercados ainda não estavam preparados para isso, não tinham caixas de papel suficiente para isso..
    Lugares menores então? Numa comprinha rápida na papelaria em que eu estava só com a carteira na mão foi um caos..
    Mas na farmácia foi bacana, saquinho de papel…
    Em casa minha mãe usa esses saquinhos finos de frutas, no lixinho da cozinha e tbm no do banheiro e ainda temos muitas sacolinhas normais por aqui. Sabe é estranho quando vou para outra cidade e me entregam uma sacola plástica, fui nas americanas na cidade vizinha, e qdo o moço me entregou a compra na sacolinha quase disse para ele q não podia mais iaushiaush
    E olha que alei entrou em vigor dia 5/6, faz pouco tempo…
    Acho que nesses lixinhos deveriamos usar as sacolinhas biodegradáveis e olocar td num sacão biodegradável tbm..
    É complicado, um dia pensei “nossa e esse pessoal das fábricas de sacolinhas de mercado???” logo saiu no jornal um protesto e tudo mais..
    Cobre de um lado e descobre do outro..
    escrevi escrevi e nada
    aisuhaiush

    beijos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s