Devora geral

Faz semanas que eu estou com o verbo devorar na cabeça (eu devoro, tu devoras, ele devora, nós devoramos…). Coisa de mudanças, né? Você entra na sua casa recém-reformada e ela impõe o desafio: ocupa-me ou devoro-te. Incrível como a casa ganhou personalidade depois da reforma.

Daí quando eu estou menos fina, a esfinge grega dá lugar ao Djavan (Noutro plano/Te devoraria/Tal Caetano/A Leonardo DiCaprio…). Nada a ver com Caetano ou Leonardo DiCaprio. É o verbo que está na minha cabeça mesmo. Talvez a casa esteja me enlouquecendo. Ocupa-me ou eu te devoro tal Caetano…

Enfim, brisa à parte, foi no meio dessa febre verbal que topei com essa linda imagem de ressonância magnética de uma cobra digerindo um rato. Esquece o lado nojento da natureza e aprecie a beleza da imagem. Eu achei apropriada.

803 caracteres com espaço

Uma resposta para “Devora geral

  1. Seus textos são inspiradores.
    Parabéns!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s