Ervilha no pulmão, borboleta no estômago

Imagem meramente ilustrativa

Uma das notícias mais incríveis dos últimos dias é essa: um paciente com suspeita de câncer teve um pé de ervilha retirado do pulmão. Não, não é que o tumor dele tinha o tamanho de uma ervilha. Ele tinha um pé de ervilha crescendo lá dentro. A hipótese médica é que ele comeu a ervilha mas em vez de ela ir pro estômago, foi para o pulmão (todo mundo sabe essa sensação, de quando a comida desce pelo encanamento errado). E lá no pulmão a ervilha brotou e virou um pé de ervilha.

Essa história me fez lembrar outra, do meu querido bisavô Juca, já morto há alguns anos. Um dia estávamos na varanda da casa dele e ele estava com soluços. Eu perguntei porque estava soluçando (eu era criança, dá um desconto) e ele disse:

– Quando eu era novo, engoli uma borboleta. Ela mora dentro do meu estômago. Às vezes ela dá de voar lá dentro. E quando as asas dela batem no meu estômago, eu soluço.

Se não me engano, na gringa, borboletas no estômago quer dizer meio frio na barriga, coisa de apaixonado ou de nervoso. Pra mim, sempre vai ser soluço.



1.038
caracteres com espaço

2 Respostas para “Ervilha no pulmão, borboleta no estômago

  1. Isso me lembra quando eu comia uva com semente e meu primo dizia que ia nascer um pé de uva no meu estômago

  2. Pingback: Faroeste na madrugada | Caracteres com espaco

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s