Um fósforo que se apaga

Uma homenagem do Caracteres com Espaço à caixa de fósforo promocional

A caixa de fósforo de estabelecimentos comerciais é uma valiosa instituição cultural ameaçada de extinção.

Elas eram colecionadas, exibidas. Você ia a um restaurante caro e no dia seguinte estava todo pimpão acendendo seus cigarros com os fósforos da caixinha mágica. Ia viajar e, na volta, lá estavam as caixinhas de fósforos de hotéis. Bastava alguém pedir fogo e você emprestar a sua caixinha mágica para o assunto começar.

– Ah, você foi para Helsinque?
– Sim, foi demais.

Você ia ao motel e depois, fanfarrão, emprestava o fogo do Astúrias para a inveja generalizada.

Aí veio José Serra e sua lei antifumo.

Antes de seguir, alguns pontos importantes:
1. Eu fumo.
2. Sou a favor da lei.
3. Mas odeio alguns desdobramentos dela. A saber:

3.1 – Os antitabagistas agora fazem careta para mim.
3.2 – As caixinhas de fósforo estão ameaçadas de extinção.

Ontem eu fui a um restaurante que estava a caminho se virar o meu novo favorito. É o 210 Diner (eu ainda recomendo). Aí quis fumar e me dei conta de que tinha esquecido o isqueiro. Pedi um fósforo. Não tinha. Pedi isqueiro. Não tinha. Tentei os manobristas. Nada.

Uma garçonete fofa e fumante se ofereceu para buscar o isqueiro dela no carro. Eu disse que não precisava, ela insistiu, saímos, isqueiro emprestado, cigarro aceso. Conversa rápida. E ela me contou que os restaurantes não dão mais a mínima para os fumantes que esqueceram seus isqueiros em casa.

E assim, sem mais nem menos, uma das instituições culturais mais simpáticas do mundo está perto de seu fim.

Eu sempre gostei mais das caixinhas retangulares, aquelas que parecem um tijolinho. Aquelas de envelope, que a aba vira para fazer a fricção me davam a impressão de corte de gastos. Isso sem falar nas generosas casas que apenas colam um logotipo sobre a marca de uma caixa convencional.

Todas essas sutilezas vão deixar de existir. Tudo porque agora o fumante que se foda.

Lá no Mercado Livre tem algumas à venda. Atenção: À VENDA. Eu gostava mais desse mundo quando elas eram distribuídas e não vendidas.

Estou de luto.

Olha essa que bonita

2.039 caracteres com espaço

3 Respostas para “Um fósforo que se apaga

  1. tantas outras coisas charmosas para se colecionar nesse MUNDÃO.. fica triste não..

  2. Cada vez eu queria parar de fumar, um cara faz um lei antitabagista nova. Assim, eu preciso continuar para “flip off” o idiota…

  3. Magda Cristina

    E aquela minha coleção…vc sabe onde foi parar???Tinha até uma caixinha da coroação da rainha Elizabeth,nossa que coisa!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s