O hambúrguer do Dudu

Lembra do Dudu, o amigo do marinheiro Popeye que só come hambúrguer? O sanduíche dele leva pão, hambúrguer e ponto final. Mas a aparente simplicidade esconde um segredo, guardado há anos em uma esquina do Jardim Paulista, na rua Mello Alvez com a al. Tietê: o bar balcão serve o lanche em questão. Só que ele não se chama “do Dudu”. No menu está escrito “hambúrguer recheado” (R$ 15,60), mas todo mundo ali sabe a verdade.
O xis do sanduíche é que o queijo vem dentro do hambúrguer. É pão, hambúrguer e ponto de exclamação. Mas outro mistério permanece: como o queijo derrete e a carne não passa do ponto? Meu palpite: é o próprio Dudu que comanda a chapa. Ainda não consegui espiar a cozinha e ver se ele trabalha mesmo lá. E olha que eu tento todo domingo.

PS: Esse texto saiu no Guia Divirta-se, do Estadão, na seção “Em minha modesta opinião”

758 caracteres com espaços

2 Respostas para “O hambúrguer do Dudu

  1. tenho cá pra mim que a carne, ao ser aquecida na chapa, solta um vapor que derrete o queijo mas não é capaz de cozinhá-la.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s